top of page
  • Foto do escritorAnna Carolina Romano

Como se preparar para o retorno das atividades legislativas?


Título do artigo ao lado de uma imagem de um smartphone com o símbolo de aprovação

À medida que o novo ano se inicia, profissionais de Relações Institucionais e Governamentais (RIG), sejam eles de empresas, associações ou do terceiro setor, encontram-se em um período estratégico: o intervalo entre o término do ano legislativo e o retorno das atividades no Congresso Nacional.

Antes das atividades legislativas retornarem, há geralmente um período de recesso parlamentar, que é um intervalo durante o qual o Congresso não realiza suas sessões regulares. Portanto, é nessa época que os legisladores e suas equipes geralmente se preparam revisando propostas, analisando questões em pauta e discutindo estratégias para o próximo ano legislativo. Isso pode incluir reuniões de comissões, sessões de planejamento e discussões sobre prioridades.


Dessa maneira, é de extrema importância que os profissionais de RIG revisem, estudem e ajustem as ações em curso que impactarão diretamente a operação de suas empresas, seja nos cenários político, regulatório e legislativo.


Nesse sentido, esse período pode ser visto como uma boa ocasião para os profissionais de lobby e advocacy se prepararem para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que surgirão nos próximos meses. 


A seguir, algumas práticas recomendadas para que seja possível maximizar as estratégias de RIG antes do retorno das atividades legislativas:


Avaliação estratégica do ano que passou


Antes de qualquer movimento, é essencial revisitar as estratégias implementadas no ano anterior, assim como as principais propostas aprovadas. Os profissionais devem analisar o que funcionou bem, identificar os problemas enfrentados e aprender com as experiências passadas. Essa avaliação permitirá a criação de um plano mais sólido e adaptável às adversidades específicas do ambiente político.


Também é indicado que os profissionais de RIG reavaliem as iniciativas em discussão, identificando aquelas que são relevantes para seus clientes ou organizações e formulando mecanismos para apoiar ou influenciar essas propostas.


Mapeamento de stakeholders e mudanças no cenário político


A dinâmica política está sempre em evolução, e este é o momento perfeito para atualizar o mapeamento de stakeholders. Verificar se houve mudanças na composição do Congresso Nacional, identificar novos atores relevantes e compreender suas posições e influências são passos cruciais para o sucesso das estratégias de defesa de interesses.


Engajamento proativo com legisladores e suas equipes


Além de mapear possíveis mudanças entre os stakeholders, é necessário trabalhar o relacionamento com esses contatos. Estabelecer e manter relacionamentos sólidos com legisladores e suas equipes é uma parte fundamental do trabalho em Relações Governamentais. 


Antes do retorno legislativo, é recomendável intensificar os esforços de engajamento, agendando reuniões com legisladores chave, participando de eventos locais e aproveitando qualquer oportunidade para construir conexões pessoais. Esse engajamento proativo pode facilitar o entendimento das prioridades legislativas e permitir que os profissionais de lobby influenciem as decisões de maneira mais eficaz.


Revisão da agenda política e regulatória


O retorno das atividades legislativas traz consigo uma nova agenda política e regulatória. Profissionais de RIG devem estar atentos às prioridades do governo, aos projetos de lei em destaque e às discussões que ganharão visibilidade nos próximos meses. Essa revisão permitirá que as estratégias sejam alinhadas de forma precisa com os obstáculos a serem enfrentados.


Banner oferecendo agendamento gratuito da plataforma Inteligov

Adaptação de mensagens e educação sobre temas de interesse

Com base na revisão da agenda política, é interessante adaptar mensagens e argumentos de defesa de interesses. As questões que estão no centro das discussões governamentais demandam argumentos atualizados e alinhados com as perspectivas do momento. Isso garante que as mensagens sejam mais impactantes e relevantes para os tomadores de decisão.


Parte de uma boa comunicação tem a ver com a educação sobre os temas que precisam ser comunicados. Este processo de educação pode incluir o desenvolvimento de materiais educativos sobre assuntos específicos e a preparação de ações mais assertivas.


Melhorias nos processos de monitoramento de dados governamentais


Para otimizar todas essas tarefas, é indispensável contar com metodologias eficientes. Implementar uma nova ferramenta de monitoramento governamental antes do retorno do recesso parlamentar, por exemplo, faz com que a equipe esteja preparada para acompanhar as matérias legislativas.


Uma das principais vantagens de contar com uma plataforma de monitoramento é a capacidade de ganhar produtividade na coleta e gestão de informações, além de ter acesso imediato a atualizações sobre novas propostas, debates em comissões e discursos parlamentares, tudo isso em tempo real.


Para contribuir nas tarefas que envolvem o engajamento de parlamentares e outros atores chave, além do acompanhamento legislativo, uma plataforma de monitoramento governamental oferece recursos essenciais para o mapeamento de stakeholders. Identificar influenciadores, compreender suas posições e analisar suas conexões são tarefas simplificadas com essa ferramenta


Adicionalmente, uma plataforma pode ajudar na identificação do alinhamento de parlamentares em relação às pautas de interesse da empresa, permitindo uma abordagem mais personalizada.


Algumas das funcionalidades de uma plataforma de monitoramento governamental envolvem:


Acompanhamento de proposições: é possível receber atualizações instantâneas sobre novas propostas legislativas, debates em comissões e discursos de parlamentares.


Identificação de proposições de interesse: com base nas palavras-chave que o profissional de RIG monitora, é possível encontrar propostas e projetos relacionados aos interesses da empresa que antes não estavam mapeados.


Alertas personalizados: uma plataforma de monitoramento governamental permite que o profissional de RIG configure alertas personalizados para receber notificações sobre alterações em projetos de lei, posições de parlamentares ou qualquer tema de interesse específico.


Mapa de poder x interesse: ao mapear e gerenciar os stakeholders em uma plataforma automatizada, profissionais de RIG podem visualizar as conexões entre legisladores, organizações e temas, identificando quem são os principais influenciadores em determinados assuntos.


Essas e outras funcionalidades podem ser encontradas na Inteligov, plataforma de monitoramento governamental pioneira em oferecer soluções para profissionais que precisam estar à frente das mudanças políticas e regulatórias.


A Inteligov integra tecnologia e monitoramento de dados públicos, garantindo uma visão abrangente do panorama legislativo federal e subnacional, possibilitando - mesmo em meio à rotina intensa -, que o profissional de RIG esteja munido de todas as informações de que necessita.


Entre em contato com a nossa equipe de especialistas e agende agora mesmo um teste gratuito!



Foto e descrição da autora do artigo

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page